Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Depois do expediente

Por: DayerCarioca - Categoria: Gays

Mayron sorriu amarelo, mas disse que ia encarar, porque há muito estava a fim de dar aquele cuzinho pra mim.... e pegou meu caralho com as mãos trêmulas, mas cheio tesão e vontade, e começou a chupar incansavelmente meu ferralho... lambeu ao longo do membro, salivando bem já prenunciando o que teria de enfrentar, sugando a cabeçorra de maneira que fazia também aumentar mais ainda meu desejo, engolindo o cacete até a garganta ... foram uns cinco minutos de massagem oral, quando já urrando de prazer gozei em sua boca derramando toda porra armazenada durante um mês sem foder...

Oi, meu nome é Cardoso, trabalho num escritório de informática, na Lapa-RJ, tenho 32anos, e sempre tive um pau muito grande, aproximadamente 28 cm. As mulheres que me conhecem, não querem não agüentam meu caralho. E não transam mais comigo. Isso me aproximou dos viadinhos, até porque eles sabendo do meu potencial de ouvir dizer por elas mesmas, sempre estão me assediando. Acabei sempre pegando uns putinhos, mas quando viam a jeba amarelavam – contrariando o que dizem a maioria deles 'que gostam de negão dotado essas coisas' - e ficavam somente na chupetinha.

Sem fuder uma buceta há, pelo menos, um mês, meu caralho não via a hora de comer alguém. Estava tramando um jeito de fuder alguém, mulher ou viado, quem aparecesse pela frente, pois não agüentava mais tanta carência. Todas as semanas vem um carinha aqui, que soube que é viado, já que ele não é afeminado... É um coroa, feio mas simpático, baixinho, gordinho e bundudo. Soube que ele entrava na sala de bate papo com o nick RapazFêmeaKrDotado.

Ele sempre está por aqui, mas nunca havia prestado atenção na figura. Na secura que eu estava, isso foi instintivo, avaliei mentalmente a personagem, no desespero e cansado de punheta e ejaculação espontânea... conclui que seria boa ideia pelo menos jogar um leitinho na boca dele. O tesão foi maior quando lembrei da bundinha arrebitada do viado. Meu pau logo se manifestou. Transmimento de pensação, o viado apareceu, entrou e sentado na minha frente, parecia se insinuar, muito discretamente, para mim e, eu, mais do que depressa respondi que saia às 18h. Então ele falou que se eu quisesse ele voltaria mais tarde, sinalizando que tinha entendido bem minhas intenções e que estava afim de me retribuir.

Três horas depois, o viado bateu à porta. Ele estava realmente excitado, como pude perceber – quando se está com tesão a gente vê o que sem tesão, a gente não se vê – por baixo da camisa pólo, seus mamilos durinhos e arrebitados. Fiquei louco e meu pau não levou nem um minuto para crescer. Fechei a porta por trás dele e fui logo tirando sua camisa, pegando, apertando e beijando seus mamilos... a bicha se esticava toda e tremia com meu avanço, e gemia no meu ouvido, e seu hálito quente e mentolado me deixando mais tesudo ainda... Mandei ele tirar a calça enquanto tirava a minha roupa toda, mas para ele não se assustar, nem correr, evitei mostrar meu cacete, encostando as janelas, deixando a sala na penumbra.... mesmo assim foi inevitável, quando virei ele olhou meu pau já entumescido e percebi que ficou toda arrepiada.... Foi quando eu lhe disse para não ter medo, pois eu não enfiaria tudo...de vez!

Depois da massagem oral a porra escorria pelo canto de sua boca quando o putinha já louca e sem pensar no que estava falando pediu que eu enfiasse todo meu cacete no seu cuzinho... e eu imediatamente mandei ele ficar de quatro, no tapete, e me posicionei atrás daquele bumbum chamativo, ajustei a cabeçorra na porta do seu cuzinho e comecei a socar vagarosa e decididamente até que a cabeçorra se alojou inteirinha no seu cu....com mais de 20cm de pica do lado de fora, soltei um cuspidela no meu caralho e na bunda do viado e comecei a pressionar até entrar centímetro por centímetro naquele cu gostoso...o putinha volta e meia trancava com medo, gemia como uma gata no cio e dizia que queria meu caralho todinho pra ele...isso me excitava e quando ele afrouxava eu estocava mais um pedaço de picanha naquele cu guloso... enfiei quase todo meu cacete em cu do viado e ele gemia gostosamente ..era um gemido alto e forte que temendo que pudesse vazar o som- embora já fosse fora do expediente e alguém ouvir, coloquei a mão na boca do putinha para reduzir o barulho...e para dar a definitiva socada e enterrar o caralho no cu dele....somente consegui atolar mais quinze centímetros mais ou menos... o cu dele era guloso, mas meu pau era muito grande para entrar todo....tinha a impressão que estava saindo pela boca do putinha... quando não cabia mais um centímetro, ele começou a rebolar e a provocar meu tesão, até que gozei a primeira vez naquele cu, era tanto tesão que fui às nuvens...

Ajoelhado no seu rabo, o putinho prendeu minhas pernas com as suas para eu não sair de dentro... curvei meu corpo cobrindo totalmente o dele e falei que meu pau queria entrar mais.... para instigá-lo disse que se ele fosse uma putinha de verdade ele engolia todo meu caralho... fiquei no vai-vem chamando ele de vadia, cadela, putinha safada, e ele rebolava e me vez gozar de novo... Ele segurava também minhas mãos, com que me apoiava por cima dele, para eu não sair de cima... Estava muito gostoso, quando ele disse que ia me fazer mais feliz ainda...então, fez pose de franguinho sobre a mesa para eu enterrar o cacete totalmente naquele cuzinho... estávamos sobre o tapete, quando eu saindo vagarosamente de dentro daquele cu, percebi um suspiro de satisfação daquele putinha, baixinho, bundudo e gostoso...

Subiu na mesa, mandou eu pressionar as pernas dele contra seu corpo, expondo o cuzinho, já alargando pelas minhas bombadas e provocou “entre meu macho que a casa é sua”, esboçando um sorriso safado...cuspi em seu cuzinho e fui enfiando meu enorme cacete e começou a gemer... o prazer misturado com dor até que atolei meus 28cm totalmente, com meu saco batendo na mesa e meus pentelhos encostando no seu saco... ele gemia, me chamava de seu macho e gemia que meu pau era muito gostoso.... e eu em movimentos rápidos e seqüenciais, durante uns 20 minutos até que gozei novamente...gozei e joguei meu corpo sobre o corpo do putinha, que se aproveitou para me beijar todo o rosto...evitei que beijasse minha boca, mas não evitei o selinho para ele não ficar frustrado... alguns minutos depois tirei meu cacete do cuzinho dela, fiquei em pé e comecei a punhetar para gozar em sua boca, deixando sua carinha toda lambuzada de porra. Lambuzei bem a cara dele de porra, bati com minha caceta na cara e ele as vezes segurava e esfregava na cara como mostrar pro meu caralho ele, sua boca, sua cara seu cu eram todinho do meu cacete...

Como estávamos avançados no horário, e Mayron foi ao banheiro se limpar e depois se vestiu para irmos embora,.. pela primeira vez um viado realmente encarou meu caralho, coisa que nem mesmo uma mulher o fez. Por me atender como eu gosto, Mayron ganhou minha promessa de nunca deixá-lo sem pica... Ele também prometeu que não vai mais me deixar sem aquele cu guloso... O que se seguiu durante muitos anos de encontros e desencontros... a quarentena está me deixando com mais saudades daquela cucetinha, como ele gosta de chamar seu anelzinho. Cu é muito feio, diz o viado.

Comentarios

Nossa que pau gostoso e grande eu gostaria de tentar engolir ele todo também

Por:Casalbi2019 em 26/07/2020 02:28
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2020 - club-columb.ru - Todos os direitos reservados


cunhada safada contoscasa dos conto eroticoszoofilia contoconto comendo a vizinhawww casa dos contos com brcontocornocasados contoscontos eroticos de corno mansocasacontoscontos ertcontos eroticos de professorascasa dos contos.eroticoscasadoscontodwww.casadoscontos.com.brhistorias de zoofiliacasdoscontoscontoeroticcontos eroticos zoofiliacornos contoscasa dos contos eroticos incestocontos eroticos acervocdzinha contoscasadoscomtoscontos eroticos atualizadoscontoseróticos incestocontos eroticos vizinha coroacontos eroticos fantasiacontos eroticos zoofiliacasa do contos eróticoscasa do contos eróticoswww.casa dos contos eroticoscontos eroticos de sadomasoquismocontos e fetichescontos eroticos de sadomasoquismoesposa contoscomendo a tia contos eroticoscorno manso contocontos eróticos exibicionismocontos casacontos zoofoliaconto sadoconto erótico de incestocontos eroticos por categoriacontos reais de zoofiliacontos eroticos incesto fotoscontos eróticos incestocontos exibicionistasúltimos contos gayscontos eroticos incesto maecasadocontoscontos eroticos ingenuacontos eroticos fantasiaultimos contos eroticos gaysúltimos contos eróticos gayscasafoscontoscontosdezoofiliacasadoscontcontos erotico zoofiliacontos eróticos lésbicosmelhores contos gaycontos de incestos reaiscontos eroticos de coroascasacontoscontos de insestoscasa dos contos eroticos ultimoscontos eroticos de cornosincesto contoscontos de zoofilia com fotoscontos pornos incertoscontoseroticoscomfotoprazeres insanosconto erotico 2015zoofilia contos eroticoscontos eroticos padresconto erotico lesbicacontos eroricos casacontosdecornoscontos eróticos casa dos contoscontos eróticos de cornocasa dos contos erotico