Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

A sodomização da ninfeta religiosa.

Por: pafer - Categoria: Outras

Adolescente Religiosa forçada a Sodomia. Larissa, de 15 aninhos mas com um corpaço de mulherão, era a cópia fiel da modelo Lívia de Andrade, porém com os cabelos castanhos, acaba de tomar banho e se prepara para ir almoçar com os pais e o irmão. Ela faz sua higiene íntima do mesmo modo que sua mãe, Telma, sempre lhe ensinou. Quando em casa jamais usar papel higiênico após fazer cocô. Sempre lavar bem o anus e suavemente introduzir um pouco a ponta de dois dedos para não deixar resíduos ou mal cheiro. Telma achava que a esfregação do papel higiênico no anus, sempre o deixava irritado e a limpeza nunca era perfeita!! Após o almoço, Lari ainda vestindo o uniforme escolar da severa escola religiosa em que estudava, diz para seus pais que vai estudar na casa de Suzy. Na verdade, Lari está tramando em ir as vias de fato com o chefe de seu pai, que estava prestes a demiti-lo. Ainda naquela manhã quando voltara do colégio, encontrara sua mãe um pouco abalada após ter feito uma visita ao tal chefe do pai dela. -Esta bela jovem o está esperando, Dr. Rafer, já por mais de uma hora.- diz o segurança da firma, apontando para Larissa. -Ela é a filha do Dr. Raul.- conclui o funcionário. Rafer encara a adolescente, bela, mas com cara de cu-de-ferro, e pergunta a si mesmo o quê possivelmente ela poderia falar com ele. Rafer toma cuidado de chamar uma das funcionárias para ficar junto com eles. Larissa, entretanto, pede que a conversa seja em particular. Rafer iria relutar, mas quando viu aqueles belos olhos azuis implorantes, se conscientizou de repente da estupenda mulher que estava por baixo daquela aparência de cdf! “Tal mãe, tal filha” pensou Rafer. E acabou cedendo ao pedido de Larissa. Uma vez dentro do escritório, Rafer ia oferecer algo para beber, quando Larissa sem rodeios foi direto ao assunto que a levou ali. -Quem é você pra humilhar minha mãe, maldito!! Se você fosse um homem de deus, saberia que meu pai não tem culpa pelo erro dos outros!! Deus o punirá se você não rever seus conceitos a respeito de meu pai!! Você é um amaldiçoado!!! Rafer tomado de surpresa a tudo escutou e antes que ela dissesse a última sílaba, ele a olhou penetrantemente e respondeu. - Olha aqui, pirralha!! Como é mesmo teu nome, sua malcriada?! Você já é bastante crescidinha pra saber que um cargo de gerente tem privilégios e também poderes pra evitar o que aconteceu embaixo do imcopeten... Rafer não terminou a frase, pois Larissa o esbofeteou na face!! O susto dele foi paralisante por alguns segundos. Então Larissa, com o dedo apontando pro nariz dele gritava. -Filho do demônio!! Não fale assim de meu pai!! Rafer agilmente agarrou a mão acusadora de Larissa e num golpe torceu-lhe o braço para as costas dela. Os óculos da bonita estudante voaram pra longe!! Larissa soltou um grito de dor e seu rosto se contorceu enquanto berrava. -Me larga!! Deus é testemunha de teu ato violento!! Rafer perdeu a paciência de vez! Todo aquele agitamento revelava, de vez em quando, parte do espetacular corpo daquela malcriadíssima adolescente, principalmente suas esplendidas coxas!! Assim, dando-lhe uma chave-de-braço, Rafer empurrou Larissa para a mesma poltrona que a mãe dela já tinha sido violada naquela manhã, levantou-lhe a saia enxadrezada do uniforme escolar, revelando toda riqueza esplendorosa das belezas glúteas de Larissa!! A indefectível calçola do uniforme foi também arrancada com um forte puxão! Larissa, enquanto toda esta ação, esperneava e falava impropérios!! Rafer empurrou seu braço mais pra cima fazendo a dor imobilizá-la e então ele lhe aplicou umas seis palmadas na carnuda bundona daquela belíssima escolar!! Larissa, ante a sua imobilização e dor, começou a choramingar. Rafer agora está tomado de plena luxuria diante daquelas curvas aveludadas e ruborizadas devido as palmadas!! Com a mão livre ele afasta uma das bandas da nádega de Larissa revelando o virgem anelzinho rosado de seu cuzinho e sem se conter mais, ele consegue se curvar até chegar com a boca em cima do cuzinho e homenageá-lo com um profundo beijo de língua, fazendo os belos olhos azuis de Larissa se arregalarem e sua boca abrir escancaradamente!! Larissa sente algo estranho por todo seu corpo que tem seus centros mais elétricos em sua bocetinha, seus dois mamilos e no anus que está sendo penetrado no momento pela ponta da lígua de Rafer!! Ela já percebe o que está pra acontecer e lutando com toda sua força de vontade exclama: - Pare, filho de satã!! Meu deus é testemunha de teus atos vis!! Essa tua luxuria será o fogo que te queimará no inferno!! Porém sua voz começa a fraquejar e a bela adolescente em instante não consegue mais do que balbuciar o que seria suas “maldições”!! Rafer, já ciente da rendição por vir de Larissa, passa agora a rombuda língua por toda a extensão da rachinha até o cuzinho!! Larissa balbucia alguma coisa como ...tenha piedade...deus é testemunha...Rafer pára por um instante o cuningulus e diz que não vai machucá-la mais se ela permanecer quieta e obdecê-lo. Larissa balança a cabeça concordando, ao mesmo tempo em que parece que está rezando!! Rafer começa a afrouxar o aperto, quando Larissa repentinamente se solta totalmente, virando-se e quase acertando um chute nos colhões de Rafer! Ele prontamente a esbofeteia no rosto, ela ainda tenta revidar e recebe o segundo tapa, deixando ambas as bochechas lindamente ruborizadas! Em seguida Rafer pegando-a pelo punho esquerdo, torce de novo seu braço para as costas e novamente Larissa grita de dor! Rafer encosta sua boca em sua modelada orelhinha e sussurra. -Se tentar qualquer coisa de novo, mesmo gritar, eu quebro teu braço e teus dentes e entrego você pros favelados e jamais verá sua família de novo!! Agora pega esse teu dedinho que apontaste na minha cara e chupa bem até ele ficar pingando de tua saliva, vagabundinha!! Larissa, agora amedrontada, leva o trêmulo dedo indicador à boca e lambe até escorrer saliva por ele. Rafer pega esta mão e manda-a permanecer com o dedo em riste, e o leva até a proximidade do cuzinho dela, e então ele lhe diz: -Enfia tudinho!... Larissa não acredita no que ouve e no que está acontecendo com ela!! Rafer sente a relutancia dela e empurra o braço mais para cima. Imediatamente o dedo indicador de Larissa vai penetrando lentamente no próprio cuzinho!! Lágrimas escorrem pela sua linda face. Rafer leva seu dedo “maior de todos” aos lábios de Larissa que prontamente o chupa e lambe sem ele lhe dizer nada!! Larissa agora chupa um dedo mais grosso enquanto seu próprio dedo indicador está inteirinho dentro de seu anus! Larissa começa a ter sua força de vontade lentamente quebrada. A expectativa do que vai acontecer já se desenha em sua mente. Frisson percorre todo seu corpo. O medo e o esperar do que vai acontecer, estranhamente lhe dar uma sensação, que ela relutantemente se nega a reconhecer, que é o puro prazer daquele ato libidinoso!! Quando Rafer acha que seu dedo já está bastante molhado pela saliva , ele o retira dos lábios dela e o leva para penetrar o cuzinho já preenchido pelo dedo de Larissa! Ela, durante esses segundos, balbucia palavras pedindo perdão a deus, pois ele é testemunha que ela está sendo forçada... e sabendo que iria ser penetrada pelo dedão de Rafer, ela começa a retirar o seu do próprio cuzinho!! Rafer, ainda não satisfeito com a aflição que a está submetendo, impede que ela retire o dedo e juntando seu próprio dedão ao dela, ele força a entrada do cuzinho de Larissa até a sua rendição e recebendo a mais aquele intruso volume! Larissa solta todo o ar dos pulmões enquanto levanta a cabeça!! Sensações lhe confundem a mente. Num último esforço, com os olhos fechados, Larissa implora. -Meu amado deus, venha me salvar!! Faça esse monstro parar de fazer isto comigo!! Eu vos imploro... A bocetinha de Larissa já está tão úmida que pequenas gotas do líquido pré-gozo já começam a escorrer pelos grandes lábios enquanto sente o leve vai-vem dos dois dedos em seu tubo anal!! -Me perdoe meu deus pelo que eu estou sentindo... e não posso parar!! Rafer sabe agora que aquela deusa sexual está rendida. Assim ele alivia e a solta da chave-de-braço. Instintivamente Larissa leva a mão a xaninha e procura agilmente pelo grelinho!! Agora vemos Larissa com o rosto e o busto apoiados no encosto da poltrona, os joelhos dobrados em cima do assento, com a espetacular abundancia e redondez de sua maravilhosa bunda sendo penetrada com seu próprio dedo junto com o dedo de seu violador pelo cuzinho já acostumado com o entra-e-sai do volume desses dedos!! Larissa sussurra palavras sem nexo, com um leve sorriso a desenhar-se no belo rosto. Rafer, sem escolha, sabe que vai ter que penetrar Larissa. Toda a atmosfera luxuriosa que já tinha acontecido com a mãe dela naquela manhã, juntando com agora, seu pau latejava como um foguete preste a decolar! Ele delicadamente consegue levantar o rosto dela do encosto e a beija suavemente, introduzindo sua língua na boca virgem da adolescente, ao mesmo tempo em que abre sua barguilha e liberta sua imensa e grossa piroca!! Descolando sua boca da de Larissa, ele carinhosamente lhe pede que beije também sua tora! Larissa, com os olhos ainda semicerrados, simplesmente balança a cabeça afirmativamente sem saber o que aquilo significa, mas sabendo que tudo que virá agora está imbuído nesta atmosfera sensual!! Rafer em seguida, consegue deitar Larissa de lado com ela apoiando agora a cabeça num dos braços da poltrona, que permanece acariciando o grelinho com uma mão e com a outra tendo o dedo dentro do cuzinho. Rafer aproxima sua virilha ao rosto angelical de Larissa que tem os lábios semi abertos. Rafer encosta a enorme glande nesses lábios e ordena quase pedindo. -Beije-o... Larissa sente aquela massa de carne firme,mas ao mesmo tempo esponjosa e descobre com a ponta língua um pequeno furo na ponta. Sem mais pensar ela avança sua cabeça pra diante engole toda cabeçorra pulsante, lhe dando a estranha sensação de um prazeroso sufocamente!! (continua)

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2021 - club-columb.ru - Todos os direitos reservados


casa du cotos de noiva namorada cazada no zoofiliaconto gay menino gozeiconto erotico professora escolacontos esposa e seu deslizeconto de incestosou casada e trasei com meu anigo contos eroticos o retorno do excontos meu primo dormiu mamandofamília nua contomarido de pau pequeno contoUm estranho me comeu a força no metrô conto eróticoenteada contos porno peidomeu marido fodeu minha amiga contocontos mulheres casadas portuguesas menage primeira vezrelatos de corno do hospede casa dos contoscasadoscotoscdzinha contosRelato erotico de incesto o desejo dos meus pais parte 2 por Dudacasa dos contos erotvizinha ninfetinha só de calcinhawww.casadoscontos.comconto erotico exibindo o pau pra meninacontos eroticos prima novinhaMeu tecnico em informatica me comeu. ContoVizinha casada me deixa louco de tesaocasa dos contos filhocontos erotico rapaz virgem meu vizinhocasa dos ccomeu a bondinha da sobrinha nacasinhashemalescontos eroticos de travestisNegra casada contocomi o marido de minha ex mulher conto pornocasa dos contos chuléputinho a foder uma brancaultimos casa dos contosConto erotico- meu tio super dotado comeu minha esposa, me fodecasadoscotoscontos eroticos com fotos incestocontos eroticos gay o viadinho tinha peitinhocontos de incesto recentescontos eroticos comedor esposacontos ela abriu as pernas na praiacasacontosnovinha sentou no colo e pau ficou duro,contos incestoscontos eroticos zoofiliaNovocontosdeincestosconto erótico - corno na praiaconto erotico menina dos fundoscasadoscontos com.brConto na bunda evangelicacontos mae e filhocontos erotico meu cunhado timido virgemcontos crosdressercontos eroticos eu em viagen com a japonesinhacontos eroticos eu meu marido me come com seus Primosconto erotico traição por curiosidadeEra evangelica e desviou contos eroticosContos eroticos viciada em zoofiliaassistindo porno com a tia contos eroticospeidei na boca do meu namorado contoConto erótico dando um trato na primaviadinho na suruba contos eroticoscontos eroticos padresminha filha fudeu orangotago contosContoseroticos no casamento da minha irmã contos eróticos dominaçãocasa contos eroticosconto erotico com cachorroIstabulo cheio de Egua gostosa fotoscontos de foda fiz meu pai comer minha esposaporno bom vizinhocontos eróticos casa dos contoscontocornocontos eroticos grupalcomi o priminho viado esconde esconde conto eroticocontos sou casada estou fudendocontos eroticos zoofiliaCONTO CUZINHO DORMIcasadoscontodconto erot cão bravominha mae e os garotos da rua contosporno fio dental gratis contosconto erotico lesbicascontos eróticos AQUELE CARA DETONOU MINHA NAMORADAcasadoscontodcasa dos contos eroticoscontos eroticos zoofiliacontos eroticos atuais/conto/120/A-exibicionista.htmlsexo com a fisioterapeuta conto relato