Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Ensinando minha tia a jogar sinuka.

Por: casauser43582 - Categoria: Incesto

Tenho uma tia que mora próximo da minha casa que sempre tive um grande tesão, ela é irmão da minha mãe e casada com uma cara que não me fecho muito bem, acho ele meio arrogante e prepotente, o que me faz tem muita vontade de comer minha tia, por ela ser muito gostosa e porque não gosto do meu tio, minha tiazinha é uma mulher de seus 40 anos já, não é mais uma menininha lógico mas tem um belo corpo pra idade, uns peitões gostosos, umas coxas e uma bunda firmes, sempre fui louco por mulheres mais velhas e ela era minha inspiração.
Meu tio vive indo passar a semana em Porto Alegre em curso pela empresa que ele trabalha, sempre que posso invento uma desculpa pra ir lá e olhar aquela mulher deliciosa.
Esses dias fui lá para “conversar” com ela, quando cheguei ela me deu um abraço e falou que queria me mostrar algo, me levou pra garagem e lá estava uma mesa de sinuka que meu tio comprou. Ela falou que sempre foi fascinada por esse jogo, mas não sabia jogar, eu disse que poderia ensina-la, ela falou que seria ótimo. Começamos um jogo de brincadeira só pra ela ir aprendendo, ela tava com uma calça jeans e cada vez que se inclinava pra jogar eu me tarava naquele rabão.
Já tava achando que ela tinha percebido que não parava de olhar pra ela, mas estava muito loco pra conseguir disfarçar, até que pensei algo, joguei fraco de modo que o bolão ficasse no centro da mesa, ela teria que se inclinar toda pra conseguir jogar. Ela me olhou e reclamou que assim não conseguiria jogar, eu disse que ajudaria, ela se posicionou pra jogar, e eu com a desculpa de firmar as mãos dela, fui por trás dela dando uma encoxada de leve, quando encostei acho que ela percebeu meu pau duro, ela deu uma mexidinha mas parou e disfarçou que não era nada.
Eu fui explicando como ela deveria jogar e aos poucos apertando meu corpo contra o dela, espremi meu pau contra aquele rabão e ficamos mirando, minha vontade era de começar a roçar nela mas me contive, falei que ela deveria ficar mirando e fazendo aquele vai-e-vem com o taco pra pegar uma mira melhor, agente ficou assim um tempo e eu já apertava ela contra a mesa, meu caralho ardia em tesão encostado naquela bunda, então ela jogou e tive que sair dali, na próxima vez dela jogar fizemos a mesma coisa, mas aí já tava mais confiante, cheguei apertando ela contra a mesa e explicava falando no ouvido dela, assim foi umas três jogadas até que o bolão parou no meio da mesa na vez dela de novo, ela só me olhou e falou que precisava de muita ajuda nessa.
Eu já tava achando que ela tava gostando daquilo tudo, foi aí que ela parou na beira da mesa, se inclinou e arrebitou a bunda mais do que precisava pra fazer a jogada, cheguei encostando meu pau bem no meio da bunda dela e fui deitando devagar por cima dela. Ela posicionou o taco e falou se só faltava mirar, eu falei que sim e perguntei se ela lembrava como era, ela sorriu e disse que sim e começou a ir no vai e vem com o taco e a rebolar no mesmo ritmo, perguntando se tava fazendo certo, eu falei que sim mas queria que ela mirasse bem dessa vez, ela perguntou porque eu prensei ela contra a mesa e não falei nada abracei ela pela cintura e comecei a chupar seu pescoço, ela perguntou o que era aquilo, eu disse que era o tesão que eu tinha por ela a muito tempo, senti que aquilo que falei deixou ela louca, comecei a baixar a calça dela levei a mão na sua xotinha, como eu imaginava estava encharcada.
Ela tirou minha mão e se virou de frente pra mim dizendo que aquilo era loucura, eu não falei nada e dei um beijo bem gostoso naquela boca, ela me abraçou forte ali com as calças já no joelho, atolei a mão naquele rabão, botei ela sentada na mesa de sinuca me abaixei na frente e comecei a chupar aquela buceta carnuda, ela começou a gemer e alisar meu cabelo, quando meti minha língua lá dentro ela não agüentou e disse que não agüentava mais, queria pau, eu fui pra cima dela que foi se deitando em cima da mesa eu precisava cravar naquela xota, fui que nem loco e meti com vontade ela delirava e gemia, tava muito molhada o entra e sai era muito fácil.
Ela me olhou e pediu pra eu tirar um pouco, eu só levantei um pouco o corpo e ela se virou com aquele rabo arrebitado, eu fui entrando pelo meio das coxas e meti denovo, era muito bom comer ela assim, aquela bunda ali roçando em mim, ai ela olhou pra trás e levou as mão na sua bunda, abriu bem ela e disse: Agora eu quero aqui, arregaçando aquele cuzão, eu não acreditava que ia comer aquele cu que tanto imaginei, fui metendo e ela soltava uns ai ai ai, eu perguntei se tava doendo e ela só falou em meio à um gemido pra mim meter tudo rápido, eu cravei e ela gemeu parecendo que tava chorando, veio com aquela bunda mais pra trás ainda e eu não agüentei mais, gozei lá no fundo e senti ela gozando e se amolecendo em baixo de mim.
Depois de um tempo levantamos e ela me deu um bejo na boca, agente foi de novo e comi ela todinha mais uma vez, depois desse dia viramos amantes, ela fica sozinha e me liga já dizendo que ta loquinha me esperando, nunca imaginei que uma locura assim fosse tão boa.

Quem quiser conversar sobre esse assunto com discrição.

Até a próxima....

                                

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario casauser43582
Por: casauser43582
Codigo do conto: 8485
Votos: 0
Categoria: Incesto
Publicado em: 12/08/2014

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2020 - club-columb.ru - Todos os direitos reservados

Online porn video at mobile phone


querosercornocasas dos contos eroticoscontos eroticos ultimoszoofilia contos eróticoscasa dos contos eroricoscontos eroticos com animaiscasa dos contoseróticoscasa dos contos cornowww casa dos contosconto erotico categoriacas dos contoscasa dos contos.eroticoscontos eróticos de incesto com fotoscasa dos contos eriticoscontos eróticos traiçãoconto erotico categoriacasa do conto eróticoscontos eroticos calcinhacasa do conto eróticoscontos eróticos de masturbaçãocontos de incesto mãe e filhocontos comendo a irmacasa dos contis eroticoscasa dos conto eroticoscontos incestoconto corno mansocontoseróticos incestoconto comendo a vizinhacontos shemaleconto traicaocontos eroticos irmãzinhaconto erotico negrahistorias de incestocontos eróticos sadomasoquismolésbicas contoscontos xxxcasadoscontos.comcontoseroticosfotoscontos eróticos lésbicocontos eroticos traiçãocasadoscontos eróticoscontos eroticos grupalcontos eróticos ultimosrelatos de cornocasadoscontos eróticoscasa doscontoscontoeroticos.comcontos corno bicontos eroticos zoocasadoscontos com.brconto erotico traicaowww casa dos contosultimos contos incestoscasadoscontos comincesto contocontos eróticos com imagenscasa dos cobtos eroticoswww casadoscontos comcontos gay fotoscontos eroticos com fotoscomi minha prima contocasadoscontos incestocontos gay fotoscontos eroticos cachorrocomendo a prima contocas dos contoscontos de incestoswww.casa dos contos eroticoscasa dos contcontos eroticos cdzinhaincestos contosultimoscontoseroticosconto insestocasa dos.contos eroticoscontos eroticos mae e filho