Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

O hetero que pediu carona.

Por: Coroa50tao - Categoria: Gays

Bom, relembrando um pouco de min, sou casado, tenho 50 anos, me considero bi ativo sem frescuras.
Dia desses, tava eu retornando de uma viajem, longa por sinal, faltando uns 20 km mais ou menos, avistei na beira da estrada um rapaz pedindo carona. Prontamente parei, ele veio até o carro e me perguntou se poderia lhe dar uma carona ate a cidade, eu disse que sim, ele entrou e dei continuidade a viajem.
Dentro do carro pude observar que se tratava de um jovem bem bonito, em torno de uns 20 anos, moreno claro, magro, aproximadamente 1,75 altura, trajando um bermuda dessas largas que jovem gosta de usar e uma mochila que identifiquei ser estudante. Conversa vai conversa vem entramos no assunto sexo, logico, e logo eu fui exitando o rapaz com assuntos picantes. Num determinado momento perguntei-lhe o tamanho do seu pau, ele respondeu meio timido acho que uns 18 ou 19 cm, perguntei se ja havia sido mamado ele respondeu que não, lhe disse entao que não sabia o que estava perdendo. Nesse ponto pude observar que, apesar de ele estar tentando disfarçar, ele estava num tesao e numa ereção que não tinha como esconder, o bicho tava quase saindo pra fora de tao duro que tava. Comentei sobre a situação e perguntei se podia passar a mão pra sentir o quanto tava duro, ele não respondeu, ficou calado olhando em direção ao horizonte. Como quem cala consente, passei a mão levemente sobre o bicho e deu ate pra sentir as pulsações. Comentei sobre e continuei a passar a mão, agora ja esfregando com mais volumpia procurando uma forma de aperta-lo entre meus dedos. Observei que o safado tava gostando, e deu ate um jeito de facilitar as coisas pra mim, se remexendo de forma que a mão alcançava toda a extensão do bichao. Neste momento, parei o carro no acostamento e perguntei se podia tirar o bicho pra fora, ele deu uma afirmativa com a cabeça, dai puxei o bicho pra fora e pude ver o quanto era grande, grosso e bonito. Um pau liso, cabeçudo todo raspado inclusive o saco. Não me contive e meti a boca naquilo, chupava da cabeça ate o pe e voltava novamente ate a cabeça do pau. Segurava o saco com a mão e ficava lambendo e tentando engolir as bolas lisinhas e grandes. Voltava pro pau engolia ate a base e voltava na cabeça, deixando o carinha louco de tesao. De vez em quando, enquanto mamava o pau ou o saco, passava a mão ou a lingua no seu cuzinho onde observava que ele dava uma suspirada mais forte, sentia mais tesão. Num desses momentos, com o pau todo dentro da boca e passando o dedinho ao redor do seu cuzinho, ele apertou minha cabeça contra seu pau, deu uma urrada forte e gozou jatos de porra dentro de minha boca quase me engasgando de tanta. Não curto muito esse lance do cara gozar na minha boca, dai cuspi tudo fora, limpei minha boca, limpei o pau dele, nos recompomos e continuamos a viajem.
Chegando proximo de onde ele desceria, perguntei-lhe se queria meu contato pra outras caronas, ele respondeu que sim, passei, ele desceu, agradeceu a carana, e eu tomei meu destino.
Depois que cheguei em casa foi que caiu a ficha, o que eu tinha feito, um cara desconhecido e ainda ter passado meu contato pro cara, nessa hora a gente deixa de pensar com a cabeça de baixo e passa a pensar com a de cima. Mas não adiantava mais, ja tava feito e pronto.
Passado uns tres dias, recebi uma mensagem de um numero desconhecido me perguntando quando eu poderia dar outra carona novamente. Estremeci todo, um misto de medo e tesao tomou conta de mim, depois do susto respondi que dependia dele, era so marcar. Dai ele disse que no proximo dia teria que vir mais cedo pra aula e que se eu quisesse lhe dar uma carona que ficaria feliz. Marcamos hora e local e dessa vez eu fui la busca-lo. Ja dentro do carro nos cumprimentamos, conversamos um pouco e lhe disse que dessa vez iriamos a um motel pra gente ficar um pouco mais a vontade e nao correr o risco de ser pegos, no que ele concordou prontamente.
Ja no motel, comecei a alisar o seu pau por cima da bermuda e lhe perguntei o que mais poderia rolar alem da mamada, ele respondeu me perguntando o que mais eu queria, eu de sacanagem respondi que tudo, que queria de tudo. Ele meio que sem graça, deu uma risadinha e me disse que nunca tinha feito aquilo, que era a primeira vez que saia com um homem e que sinceramente não sabia o que queria. Eu perguntei se poderia explorar a sua inexperiência, ele me disse que sim. Dai tirei sua camisa e comecei chupando seus mamilos, sua barrica de tanguinho, subia e descia passando minha lingua por aquele corpo delicioso, corpo de maxo, adoro isso, quanto mais alisava e chupava aquele corpo mais o carinha gemia e se contorcia de tesao. Abaixei sua bermuda, expondo aquela maravilha de pica por traz da cueca, que mais parecia um pedação de ferro de tao duro que tava, mordiscava por cima da cueca, lambia, chupava a cabeça e as bolas, passava a mão pelo corpo todinho do carinha deixando ele louco de tesão. Virei-o de costas e resolvi tentar algo ainda não vislumbrado. Ate então entendia que era apenas um rapaz inexperiente, que estava ali experimentando algo de novo, que lhe dava muito tesão, por isso aceitava de boa. Jamais imaginei que ele iria curtir passivo. Comecei a lamber suas costas, subindo e descendo minha lingua naquele corpo fenomenal, ora passando as maos nas sua coxas, e nas suas costas, ora passando a mão e apertando sua bunda. Lembrei-me de como o havia feito gozar anteriormente e resolvi arriscar: desci minha lingua pela suas costas e fui abaixando sua cueca com a boca de forma que a medida que a cueca ia abaixando eu ia passando a língua pelo seu rego. Nesse momento o carinha ia delirando de tesão, estremecia todo, gelava, e enquanto eu ia abaixando sua cueca com as mãos para baixo do joelho, ia enfiando ao mesmo tempo minha cara pra dentro daquele rabo carnudo, delicioso, virgem, procurando aquele anelzinho pra chupar. Abria sua bunda de forma que seu cuzinho ficava todo a mostra facilitando assim minha investida naquele anel delicioso. Ficamos assim por alguns instantes, depois deitei ele sobre a cama e fiquei naquela posição em que eu chupava seu pau e o meu ficava na cara dele (tipo 69), ele não aguentou muito tempo e começou a chupar o meu tambem, no inicio meio desajeitado mas depois parecia um mestre. Ficamos ali por alguns minutos nos curtindo, nos sarrando, nos beijando, e num determinado momento entre um sarro e outro, comecei a relar meu pau no seu cuzinho, assim meio que quem nao quer nada, e de repente forcei um pouco mais e começou a entrar. Como ele não disse nada, continuei forçando e a medida que ia entrando ele ia gemendo, um misto de dor e de tesão tomava conta dele. De vez em quando, tirava meu pau de dentro, dava uma lambida no seu cuzinho e voltava a enfiar meu pau, ate que entrou tudinho ficando apenas as bolas pra fora. Ele pediu pra da um tempo, porque tava doendo, ate ele acostumar, depois comecei a bombar gostoso dentro daquele cuzinho virgem, e a medida que entrava e saia ele gemia de dor e de prazer. Em conjunto com as bombadas que eu dava no seu cuzinho, eu tambem batia uma bem gostosa pra ele, de forma que ele sentia prazer de duas formas. Rapidamente ele anunciou que iria gozar e eu tambem gozei no seu rabinho. So ai pude entender porque quase engasguei quando ele gozou na minha boca, porque era tanta porra que saia daquele cacete que parecia não acabar mais.
Depois de algum tempo, levantamos, tomamos um banho juntos, nos beijamos bastante, vestimos nossas roupas e saimos do motel. No carro ele me pediu segredo, sigilo, e perguntou se na semana seguinte eu poderia lhe dar carona de novo kkkkk. Assim lhe dei mais algumas caronas e sempre que estiver viajando ou passando por la vou ligar perguntando se ele nao ta precisando de carona.

Comentarios

Olha, nunca fiz com um homem, mas fiquei excitado com esse conto, até fiquei com vontade!

Por:outlander em 31/01/2019 08:31
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto
foto avatar usuario Coroa50tao
Por: Coroa50tao
Codigo do conto: 14300
Votos: 3
Categoria: Gays
Publicado em: 18/09/2018

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login



Mais contos desse usuario

O maconheiro do estacionamento

Meu primeiro quase passivo


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2021 - club-columb.ru - Todos os direitos reservados


contos eróticos de lésbicassexo com tia e sobrinhos e cunhada de 18 e 40 anoscontos eroticos com senhor negrocontos eroticos coloquei a por baixo da saia da minha mulher e da cunhada tinha piroca enterado na buceta de uns caras no puteiroCONTO EROTICO DEI BANHO NO GENRRO CADERANTE conto erotico primos e fazenda riocontos eróticos gay com fotoscontos esposa apaixonada casa dos.contos eróticosconto gay sexo bruto me bateuconto erotico a japonesa e o mecanicoconto erotico lesbicascontos erot amigo do padrastoconto mostrando o pau no onibuscorno manso contocada dos contos eróticosContos eróticos as mulheres estremece quando o pénis percorre dentroconto erotico prender xixigangbang contos eroticosultimos casa dos contosCONTO CUZINHO DORMIcontos eróticos gay com padrastocontos eroticos de exibicionismoconto erotico exibindo o pau pra meninao velho negao me comeu la no seu quartinho casa dos contosultimos contos de sexorelato erotico mãe paga divida com a filhacontos eroticos na cozinhaincestos contoscontos eroticos cheiro de pau de cachorroContos éroticos fiz a minha culega gozar como uma loucaminha sobrinha sapeca se esfregava em mimconto erotico de zoofiliacasadoscontos.comcontos meu primo me come todo diacontos sapequinha no meu colochupou a piroca do meu conto incestocontos eroticos com irmaomae gostosa virou brinquedo em casa contosFlaguei minha mae dando o cú pra 4negao na rua.contocontos eroticos com fotoscontos insestoscontos eroticos sofreu muitocomi o ku da minha mae conto eroticominha mâe ensinou a me masturbarcontos de corno mansoconto de travesticontos eroticos casaconto incesto irmã pula no pauincesto casa dos contos/conto/13867/Meu-garoto-de-programa.htmlMinha namorada minha Bezerrameu sobrinho viadinhocontos eroticos bissexuaiscontos eróticos com cachorroconto minha tia casada ensina como lhe dar prazerconto incesto irmã pula no pauContos tia praiacoroa marido bi contoCont erot Guerrasa puta possuida conto eroticoconto erotico sobrinho estrupa tia evangélica no matagalconto banho tiaconto erotico mae no colo de novoEscuro conto heterocontos dey. cona. carnudafanfic casa de contos casamento forçadocasa do conto eróticocontos eroticos fui estrupadawww casadoscontoswww casa dos contos